Logística, Tecnologia

Você conhece a Logística 4.0?

Essa é uma expressão que ganhou e vem ganhando cada vez mais destaque. A logística 4.0, como é chamada, se baseia na aplicação de novos recursos tecnológicos capazes de otimizar cada vez mais os processos dentro da logística.

Essa ideia visa trazer mais velocidade, eficiência e redução de custos.

Como a Logística 4.0 funciona hoje?

Ela foi e é um grande ponto de virada nos processos logísticos, influenciados cada dia mais pela automação e digitalização. Porém, seus impactos vão muito além do “chão de fábrica”.

Hoje, centros de distribuição, cadeias de suprimentos (Supply Chain) e robotizações são os elementos dessa logística 4.0 mais presentes, mas que ainda precisa ser inserida e absorvida por quem as “faz funcionar”.

Mas afinal, o que é a Logística 4.0?

Basicamente, a logística 4.0 trabalha sob as diretrizes da Indústria 4.0, que tem como principal objetivo, tornar a operação o mais inteligente possível, criando um sistema produtivo, eficiente, coeso, automatizado e que visa a alta performance.

Ou seja, a logística 4.0 faz o mesmo, porém apenas para a área da logística.

Ela faz uso de equipamentos tecnológicos que permitem maior produtividade, tal como os contêineres, veículos, paletes e sistemas de transporte inteligentes, capazes de criar um fluxo de abastecimento automatizado e que funcione em rede.

Criando assim, uma espécie de ecossistema operacional completamente moderno, que entrega aos profissionais, um processo muito mais otimizado e com a visibilidade necessária.

Se estamos na Logística 4.0, como foram as anteriores?

Sim, se nos encontramos hoje na logística 4.0, houveram sim as logísticas, 0, 1.0, 2.0 e 3.0, mas como cada uma trabalhava?

A logística 0, foi a que deu origem a todo esse processo. Ela era utilizada durante de 1900 até os anos 40 e se baseava em levar do campo ao mercado, focando na economia agrária.

Já a 1.0, durou dos anos 40 até os 60 e justamente por se situar em um período conturbado e cheio de guerras, tinha como base a especialização nas necessidades da guerra, com extremo foco no desempenho.

Já com 2.0, que durou do fim da 1.0 até os anos 70, a necessidade de uma maior organização surgiu, levando a integração interna dos processos.

Chegando ao fim, a 3.0 também durou apenas 10 anos, indo até os anos 80. O cliente é quem realmente importa e isso fez com que todos buscassem a eficiência para agradar cada vez mais quem os contrata.

E por fim, durando dos anos 80 até os dias de hoje, a 4.0, também chamada de era da Supply Chain.

Leia também:
O que é Logística Reversa e como ela pode influenciar do meio ambiente?

Quais os objetivos da logística 4.0?

Seu objetivo é modernizar toda a operação do estoque até o próprio planejamento, através do uso de tecnologias, que conseguem melhorar todo fluxo das matérias-primas, produtos semiacabados e acabados.

Além disso ela busca a implementação da automação na empresa.

Levando por fim a otimização os fluxos de materiais, utilizando diferentes recursos inteligentes tanto o processo de entrada, como no de saída.

Desse modo, essa revolução busca digitalizar o ecossistema logístico, trazendo flexibilidade aos modelos de negócio e também uma boa relação entre a empresa e seus parceiros.

Já conhecia a logística 4.0? A implementação de processos tecnológicos é capaz de fazer todos processos desempenharem cada vez melhor!

Caso você já tenha trabalhado dentro desse incrível mundo da logística 4.0, conte-nos um pouco de como foi sua experiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *